SONIÁBRÊU, A PRIMEIRA DJ MULHER BRASILEIRA CONTA COMO É RESPIRAR MÚSICA 24 HORAS

Para a DJ SoniÁbrêu, criadora do Ondas Tropicais, tocar em festas pode ser um jeito de praticar auto-conhecimento. Porque do que se conhece de música e gente, é mais do que certo haver aí um mundo de mistérios. Não há acordo, por exemplo, a respeito de onde tudo começa. Grandes artistas dizem pegar a música quando ela vai passando, trazida pelo vento... Na Bíblia, sobram indicações de que a coisa tem um sentido espiritual: “Cantai ao Senhor , porque Ele fez maravilhas” etc.

Quanto aos seus efeitos, podemos recorrer à experiência científica, pois já foi provado que, conforme o que se põe pra tocar, plantas podem ganhar vigor, vacas produzir mais leite e assim por diante. Dessa maneira, os seres humanos estão sujeitos a essa ação invisível. Sabe-se que sons agudos alcançam e envolvem a cabeça, enquanto os graves fazem tremer o ventre e todo o quadril. E por aí podemos imaginar tais ondas vibrando nossas células, nossos centros de energia etc.

Essas ideias sobre a natureza complexa da música são úteis para se entender o trabalho de SoniÁbrêu, a primeira DJ do Brasil – uma conhecedora desses segredos consegue fazer manipulando discos e sentimentos em seqüências perfeitas, levar as pessoas ao transe . "Ela uma alteradora de consciência" diz o repórter e também DJ Arthur Verissimo.

Hoje, a agenda de Sonia é tomada por compromissos em festas particulares e eventos corporativos. Entre seus clientes estão Martha Suplicy, Nizan Guanaes, Sonia Diniz, Henrique Meirelles, Fanny Feffer, Henri Phillip Reichtull, Belgo Mineira, Nova Mercante, C.A Computers e longa lista .  "Eu adoro fazer festa com a Sonia", diz o diretor da Natura Pedro Villares. "Ela sabe perceber o grupo e manter o astral sempre pra cima. Fiz minha festa de 40 anos com ela e foi ótimo: terminamos às 6 da manhã com ela dançando junto !"

As raras apresentações de SoniÁbrêu na noite tornaram-se um cult, atraindo pessoas de todas as idades e de várias tribos, entre elas fãs de longa data e gente curiosa em conhecer o som da mítica pioneira das pick ups. "Sonia foi a primeira e continua  na vanguarda", diz a produtora cultural Lala Deheinzelin."Ela é atemporal, pois o tempo é dela, o tempo é sua matéria prima. Tempo transformado em música".

Cabelos prateados , dorme às 9 da noite, acorda às 5 horas da manhã todo dia, reza, malha, pega onda, é vegetariana e segue a macrobiótica desde os 22 anos.

“Gosto de gente que acredita tanto nas próprias ideias e crenças. E valorizo ainda mais aqueles que olham pra frente e pro alto com o periscópio erguido e permanentemente atento para as mudanças do cenário. Das kombis recheadas de alto-falantes, dos coretos em cima de lojas da rua Augusta, estúdios apertados de rádios alternativas ou de cabines luxuosas de festas de marajás, SoniÁbrêu sempre emanou mais do que apenas boa música ou informação privilegiada. Entregou o que tem de melhor dentro dela: amor e um tônus vital dignos de constar no livro dos recordes. E, para mim, isto vem antes de pioneirismo, vanguarda, música, arte e tudo o mais que ela também carrega em suas maravilhosas caixas de som”, falou e disse o jornalista e publisher da revista Trip, Paulo Lima.

BREVE PERFIL

SoniÁbrêu é tida como a primeira DJ mulher no Brasil.
* Foi produtora musical da rádio Excelsior/ Globo de São Paulo, entre 1968 e 1978 , período de maior audiência da emissora.
* Trabalhou também na Som Livre, produzindo as coletâneas Papagaio Disco Club e Excelsior - A Máquina Do Som.
* Tocou em discotecas na Inglaterra e Marrocos.
* Inaugurou a famosa discoteca Papagaio Disco Club  em São Paulo.
* Assinou coluna na revista POP
* Ganhou disco de ouro pela vendagem  de "Automatic Lover" de D.D.Jackson, um de seus muitos lançamentos.
* Criou a lendária rádio ambulante Ondas Tropicais, levando sua programação original para espaços públicos, primeiro a bordo de uma Kombi, depois em um ônibus e até em um veleiro.
* Na 89 FM , fez sucesso com o programa Dark Light.
* Na Brasil 2000 FM, introduziu e consagrou a world music com Ondas Tropicais – A Música Do Quarto Mundo.
* A partir do conceito inovador do programa na Brasil 2000 FM, formou a Banda do Quarto Mundo, com 22 integrantes, lançando um CD distribuído pela Eldorado e participando de shows ao lado de Margareth Menezes, Jimmy Cliff e Yellow Man, entre outros.
* Ondas Tropicais – O Link da Música Mundial é sua mais nova criação on line  na Rádio UOL .

Contato :  011-92 24 21 36

 

 


1